Pedra no Céu de Isaac Asimov

outubro 31, 2016


SINOPSE: Qualquer planeta é a Terra para aqueles que nele vivem. O alfaiate aposentado Joseph Schwartz desfrutava de uma pacífica caminhada de verão quando, devido a um acidente em um laboratório na mesma cidade, foi involuntariamente transportado milhares de anos para o futuro. Chega então a uma Terra marginal e abandonada, cuja superfície é quase toda inabitável, e que fica às margens de um grandioso Império.

RESENHA: Publicado originalmente em 1950, Pedra no Céu é o primeiro romance lançado por Isaac Asimov. Este que se conecta com a sua tão aclamada série, Fundação, não deixa a desejar com relação ao mundo construído e bem explorado por ele.

Lançada pela Editora Aleph, esta edição é incrivelmente bonita. As cores e a foto de capa são muito bem apresentadas e nos fazem refletir juntamente com o título sobre a história. A diagramação está ótima, tem notas do editor, que são interessantíssimas para o leitor e o posfácio, que também faz uma grande diferença na conclusão da leitura.

Pedra no Céu nos contará como a Terra deixou de ser o único planeta habitável no sistema e se tornou algo completamente desprezível para o universo. Após um acidente nuclear, a terra que nós conhecemos não é segura. E todos que nela habitam são seres tão radioativos na visão dos outros seres da galáxia, que seriam capazes de matar qualquer pessoa com o mínimo de convivência.

"Não se esqueça de que um traidor em nossas tropas, conhecido por nós, pode causar mais dano ao inimigo do que um homem leal pode nos fazer bem".

É neste ambiente que Joseph Schwartz se depara após fazer uma viagem no tempo involuntariamente.

Enquanto estava passeando por sua cidade natal – Chicago – normalmente, ele é “teletransportado” no tempo para este ambiente totalmente desconhecido. Ao acordar, percebeu que não entendia a língua daquele povo e muito menos as novas regras das quais estava sendo apresentado.

Paralelo a isso, temos um arqueólogo fascinado pela terra; que tem por objetivo mostrar para toda a galáxia, que os seres humanos são descendentes da antiga Terra.

Em outro patamar, também temos um cientista terráqueo, chamado Shekt, com uma invenção capaz de trazer para um ser humano, o extremo da inteligência.

Schwartz é levado a Shekt por seus anfitriões, pois eles estavam com muito medo das consequências de abrigar um completo desconhecido. As regras na terra eram muito rígidas e ser pego pelo Império descumprindo uma lei grave, levaria a morte. Contudo, ao ser entregue ao cientista Schawrtz foi submetido a um tratamento que mudaria o rumo da sociedade.

Ler este livro foi mais do que simplesmente me deliciar com cada momento, foi terminar a leitura com um sorriso no rosto. Pode até ser um pouco de insanidade, mas ao finalizar, me senti motivada com a vida. O último parágrafo foi bastante significativo para mim e complementou absurdamente a história.

Fiquei muito contente de poder ter lido Pedra no Céu antes de ler a série Fundação, porque mesmo que seja independente, eu pude adentrar no mundo antes mesmo de conhecer a série. Pude entender o porquê a Terra agora é considerada um simples estorvo no universo e o real significado de Pedra no Céu.

“Jamais poderá haver um homem tão perdido como aquele que está perdido nos vastos e intricados corredores de sua própria mente solitária, onde ninguém pode alcança-lo e ninguém pode salvá-lo”.

A inteligência do autor ao denominar a Terra de tal maneira, faz com que entendamos completamente o que vem pela frente. Além de sabermos que os seres que desdenham tanto dela, tem em mente um preconceito concebido desde os primórdios, se assim podemos dizer.

Sem contar que o autor nos proporciona assuntos como ciência, preconceito, inúmeros conflitos no universo, a questão da radioatividade e também a conspiração de um mundo contra o outro.

Sou suspeita para falar de Isaac Asimov! Já tinha me encantado bastante por Eu, Robô e agora, mais do que recomendo Pedra no Céu. Pois, mesmo que o leitor possa encontrar dificuldades no início do livro, no desenrolar, vai se deparar com uma trama rápida, bem montada e divertida. Leiam este livro e fiquem com aquele sorriso bobo no final da leitura! 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Título original: Pebble In The Sky
Autor: Isaac Asimov
Editora: Aleph
Número de páginas: 312
Ano: 2016
Gênero: Ficção-Científica
Onde encontrar? AMAZON | SUBMARINO | LIVRARIA TRAVESSA | SARAIVA
Nota: 
Livro recebido em parceria com a Editora Aleph.
OBS: Nenhum dos links acima geram valor monetário ao blog. Exceto quando sinalizado.

CONHEÇAS AS NOSSAS REDES SOCIAIS

You Might Also Like

0 comentários

Conheça nosso Facebook

Conheça nosso Instagram

© Depois do Clouds - 2017. Todos os direitos reservados. Todos os textos e fotos publicados são produzidos por Helen Linhares, criadora do Blog, exceto quando sinalizado